segunda-feira, 17 de novembro de 2014

MaDame Pipoca: Top 10 Filmes Imperdíveis de Martin Scorsese

MaDame Pipoca:
Seleção de filmes imperdíveis





Martin Scorsese: diretor completo, em atividade  
e essencial na história do Cinema Americano completa hoje 72 anos




Hoje é o B-Day de um dos melhores diretores de Cinema do MUNDO, Martin Scorsese. Para celebrar (e honrar com muitos agradecimentos a ele por tanto talento e esforço), o MaDame preparou uma seleção de filmes imperdíveis para você conhecer (ou revisitar) a obra do Grande Mestre. 

Com uma infância debilitada por ser asmático, Scorsese é um exemplo de um diretor batalhador e apaixonado por Cinema. Foi criado na Little Italy, reduto da Máfia  no Lower East de NY e em família cristã. Suas memórias da infância e adolescência foram referências fundamentais para construir o seu Cinema único e também, servem de superação como produtor e diretor excepcional no Cinema Americano, se destacando como um dos maiores estudiosos da Sétima Arte e com vasto conhecimento enciclopédico sobre ela.


Ainda em atividade e totalmente adaptável às mudanças no mercado Hollywoodiano entregando bons filmes como O Lobo de Wall Street,  Hugo e Uma Carta para Elia, Scorsese é um dos melhores narradores de histórias que retratam essa América que também foi construída com muito sangue e violência.  Na seleção a seguir, muito baseado em seus filmes emblemáticos e obrigatórios para qualquer amante do bom Cinema e com o seu ator fetiche na época, Robert de Niro, Scorsese demonstra mais uma vez ser um Cineasta que conhece o ser humano e como retratar a violência profundamente. Prepare a pipoca e Clap Clap para Scorsese!




10º  Cabo do Medo 
(Cape's fear) - 1991 






Max Cady (Robert de Niro), um criminoso psicopata é libertado da prisão e retorna para perseguir e amedrontar  a família do seu advogado.

Top imperdível:  Um filme com forte influência de Hitchcock, a desconstrução da família de classe média Americana e a excepcional (e atrativa) atuação de Robert Niro, um criminoso com  forte apelo erótico.




9º  Depois de Horas
(After hours) - 1985





Paul Hacket (Griffin Dunne) é um operador de computador que tem o pior dia da sua vida após decidir encontrar uma garota.


Top imperdível: Um dos filmes mais subestimados de Scorsese é uma comédia  fascinante de humor negro e uma descida a um inferno pessoal, recheada de situações  que colocam o personagem em um ambiente de perigo, violência e paranoia. É a faceta cronista de Scorsese em mais uma brilhante direção na forma de expor a violência urbana detonada em um dia comum  que poderia ter dado certo.




8º Ilha do Medo
(Shutter's Island) - 2010





O policial Teddy Daniels (Leonardo Di Caprio) investiga o desaparecimento de um assassino insano que escapou de um hospital psiquiátrico.

Top imperdível:Um filme claustrofóbico e tenso com o horror da insanidade, do medo e da desconfiança. Excepcional direção de Scorsese em um clima constante de loucura e mistério. 



A época da inocência
 (The Age of Innocence) - 1993




Na Nova York do século 19, Newland Archer (Daniel Day Lewis) é um advogado e está noivo de May Welland (Winona Ryder), porém é tomado pela paixão por uma mulher separada, Ellen Olenska (Michelle Pfeiffer).

Top imperdível: Atuação excelente do trio de atores e a direção sublime e expressiva de Scorsese que apresenta todo o ambiente  e os mecanismos dessa sociedade cuja violência é psicológica, cheia de sutilezas e ironias. 



O Rei da Comédia
(The King of the comedy) - 1982





Rupert Pupkin (Robert de Niro) é um aspirante a comediante que começa a perseguir o seu ídolo Jerry Langford (Jerry Lewis).

Top imperdível: Outro filme bem subestimado de Scorsese é um excelente exemplo de violência pela obsessão. Em versátil atuação de Robert de Niro e seu bom humor falante, a câmera de Scorsese coloca Rupert como insana pessoa para a observação do público.



Cassino
Casssino - 1985





Com dois narradores mafiosos, Sam "Ace" Rothstein (Robert de Niro) e Nicky Santoro (Joe Pesci), Las Vegas e o universo do crime organizado é mapeado em toda a sua fachada de ilegalidade e mentira.

Top imperdível:  Mostra ascensão e a queda de um homem em uma cidade artificial como Las Vegas construída com prostituição, lavagem de dinheiro e muita corrupção da máfia.


Os infiltrados
(The Departed) - 2006





Billy (Leonardo di Caprio) é um policial que se infiltra em uma gangue mafiosa liderada por Frank Costello (Jack Nicholson)

Top imperdível: Excelente roteiro com eletrizante suspense policial, criando uma teia de traições em toda a projeção. As atuações coesas de Leonardo di Caprio, Matt Damon e Jack Nicholson demonstram o cinismo e a corrupção deste frágil mundo.


Os bons Companheiros
(Goodfellas) - 1990





O cotidiano violento da máfia é apresentado através da vida de Henry Hill (Ray Liotta) e seus amigos como um fluxo de memórias.

Top imperdível: Scorsese apresenta a máfia institucionalizada como um exímio antropólogo, destacando o fascínio por esse universo e sua apurada direção que enfoca a violência de forma mais orgânica.


Touro indomável
(Raging Bull) - 1980






Jake La Motta (Robert de Niro) é um boxeador que vai do estrelato à queda com seu comportamento autodestrutivo, afetando a ele e todos ao redor.

Top imperdível: Um drama nevrálgico de um homem que não sabe lidar com a própria violência e mais um fascinante personagem violento e deslocado da filmografia essencial de Scorsese. Também Jake La Motta é retratado com um importante aspecto de martírio, levando porradas no ringue e na vida como uma iconografia cristã, tão recorrente na obra do diretor.


Táxi Driver
(Taxi Driver) - 1976






Travis Bickle( Robert de Niro) é um taxista e ex-veterano de guerra que tem a violência incorporada na memória. Em contato com a decadente Nova York, decide proteger Iris (Jodie Foster), uma prostituta mirim  e canaliza sua instabilidade mental e comportamento violento.

Top imperdível: A magnífica direção de Martin Scorsese e a icônica atuação de Robert de Niro entra na mente de Travis  e demonstra a solidão, a insanidade, o deslocamento e a violência em uma NY sem saída .

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière