domingo, 17 de junho de 2012

Juntos somos Cinema!



Faz tempo que não escrevo sobre Cinema. Não foi só a correria com as responsabilidades que se tornam uma cruz diante do paraíso do Cinema, verdadeiramente, penso que eu precisava só sentir Cinema, sem escrever sobre ele.

Acho que qualquer cinéfilo que escreve sobre a Sétima Arte, em algum momento, precisa de uma intimidade só com ela, como uma viagem a dois, onde tudo pode acontecer, da paixão  de intensos prazeres  a longos silêncios, o amor também tira férias.


Não me entristeço  por estar distante de uma extensão do meu lar, da minha alma cinéfila: o Madame Lumière. Na verdade, MaDame sou eu e  o Cinema vive em mim onde quer que eu esteja, ele me completa como se o meu eu não fosse eu sem a Sétima Arte.

Senti falta de falar sobre o Cinema para você, meu querido leitor, porém sei que minhas palavras, diversas sobre variados filmes sobre os quais aqui escrevi, estão com você, penetraram parte de ti, seja para o bem ou para o mal, estabelecemos um diálogo que, para mim, sempre será eterno em uma crescente continuidade, ainda que eu aqui falte.

Essa é a nossa história, a vida em comum que construímos, a vida que se chama Cinefilia.


Madame, bem vinda ao lar,  leitores, bem vindos ao Madame Lumière.
Juntos somos Cinema!



7 comentários:

  1. olá Madame, é bom saber que você está de volta ao lar, aparecer para uma visita e deparar com novidades é sempre um prazer enorme... mas sei como ninguém que às vezes precisamos sair de cena, seja para recuperar energias, aliviar os estresse ou para qualquer outra coisa, e é por isso que continuo com o Sublime Irrealidade até hoje, por não ser um trabalho, mas sim um prazer que eu exerço somente de acordo com minhas limitações e capacidade... beijos!

    ResponderExcluir
  2. Que bom que voltou, Madame! Realmente é sempre bom termos um pouco de sossego de vez em quando e, por mais que escrever seja uma delícia, chega uma hora que acaba pesando e cansando. É sempre bom ter um tempo pra si!

    Beijos, do seu leitor :D

    ResponderExcluir
  3. E a gente sentiu falta dos seus textos sobre cinema, MaDame! :) Apareça mais!!!

    ResponderExcluir
  4. Lindo Madame Dietrich, lindo!

    Sua presença cibernética é fundamental para a blogosfera cinéfila. Volte com seus comentários no Cinema Rodrigo, volta? Tem açúcar sobrando para a minha vizinha querida. Saudades daqueles papos cinéfilos!!!!!!

    Entendo você, não somente quanto a correria da vida, trabalho e responsabilidades, mas sobretudo com esta intimidade de sentir o cinema, apenas, que eu também tenho. Mas é muito bom escrever também!

    Beijos
    Seu Curador.

    ResponderExcluir
  5. É isso aí, Madame. Às vezes precisamos mesmo de uma intimidade com o Cinema. Estou precisando fazer isso, aliás. Tirar férias de um mês do Lumi7 (e pelo menos tenho a tranquilidade de deixar o blog na equipe rica que tenho) e curtir. Ainda assim, sendo egoísta, aguardo seu retorno aqui no blog!

    ResponderExcluir
  6. Adorei o blog, muito lindo, amei tudo. Parabéns mesmo, vou sempre estar aqui (:

    ontendency.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Obrigada pelo carinho de todos.
    Abraços,
    Madame

    ResponderExcluir

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière