quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Cine Família: Malévola (Maleficent) - 2014







  

Malévola é a adaptação dos estúdios Disney do clássico A Bela Adormecida e um dos melhores exemplos recentes de boa parceria entre um estúdio e a produção executiva de uma das personalidades mais influentes do mundo: Angelina Jolie. A bela tem reputação, talento e capital para investir em uma produção desse porte e é uma referência materna ao formar uma família grande com Brad Pitt, logo como profissional e como mãe o projeto veio a calhar. Seu marido é um dos atores que tem mais injetado investimentos na produção de alguns longas de destaque como 12 anos de escravidão e Guerra Mundial Z e, segundo a mídia, tanto Guerra Mundial Z como Malévola foram realizados após influências de seus filhos que adoraram as histórias. Agora o melhor de ter Angelina é sua qualidade única para essa produção : fisicamente e artisticamente, ela é a evocação da perfeita Malévola. A escolha não poderia ser mais perfeita.


Na história, Malévola (Isobelle Molloy/Angelina Jolie) era uma jovem boazinha e protetora da floresta. De personalidade ingênua , dócil e reservada, Malévola vivia na floresta bastante solitária até que conheceu o seu amigo Stefan (Michael Higgins/ Sharlto Copley). Mesmo Stefan mais inclinado a viver no Reino, eles cresceram juntos e desenvolveram afeto um pelo outro, porém na idade adulta, a paz da floresta e de Malévola é colocada em risco por tropas inimigas que desejam destruí-la. Malévola é traída e, com pesar, se torna uma mulher fria e vingativa lançando uma terrível maldição. Sua vingança recairá sob Aurora (Elle Fanning), filha do rei.


Malévola é uma diversão Disney que deu muito certo. O filme altera a tradicional história com independência e muita segurança, ou seja, as referências da Bela Adormecida estão ali mas o roteiro muda bastante a história e a torna uma bela jornada de transformação para Malévola. Apesar dos chifres da protagonista que dão uma ideia de figura macabra, diabólica e aparentemente nada recomendada para crianças, ela é bem diferente do que sua aparência. Malévola é um personagem com um senso de humor elegante e levemente sarcástico, além disso existe uma essência de bondade nela fazendo jus às histórias tipo contos de fadas da Disney, portanto pais e filhos poderão assistir ao filme com tranquilidade.  A atuação de Angelina Jolie é muito sofisticada e segura e somente ressalta o quanto não poderia haver melhor Malévola. A maquiagem e figurino criados para a atriz e toda a direção de Arte complementam essa figura exótica de Malévola no Cinema do gênero. 


Para complementar a qualidade da atuação, a jovem Aurora (Fanning) é a princesa em pessoa. Seu sorriso ilumina a tela com doçura. Extremamente bela com rostinho adorável e uma aura de paz, a atriz atua de forma cativante a ponto de Jolie não ofuscá-la. Com isso, ambas as atrizes formam uma excelente combinação, cada uma com sua luz própria na história e tornam o longa uma diversão na qual existe uma conexão afetiva que as une assim como deve ter em todo o Cine para a família. 







Ficha técnica ImDB Malévola

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière