terça-feira, 26 de janeiro de 2010

A Emblemática Citação da Semana : E o Vento Levou (Gone with the wind) - 1939



"As God is my witness, as God is my witness they're not going to lick me. I'm going to live through this and when it's all over, I'll never be hungry again. No, nor any of my folk. If I have to lie, steal, cheat or kill. As God is my witness, I'll never be hungry again."

"Deus é minha testemunha, Deus é minha testemunha, eles não me derrotarão. Eu sobreviverei a isso e quando tudo tiver terminado, eu não sentirei fome novamente. Não, nem eu e nem ninguém da minha família. Mesmo que eu tenha que mentir, roubar, trair ou matar. Deus é minha testemunha, eu não sentirei fome novamente."

(Scarlett O'Hara interpretada por Vivien Leigh no clássico E o Vento Levou)

11 comentários:

  1. é de fato uma bela citação. Mas desse filme prefiro "Honestly dear, I don´t give a damn".

    É uma frase que mostra bem o status da relação entre homens e mulheres nos idos do século 20.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Há momentos que são...pra sempre!

    Filme cicatrizante!

    ResponderExcluir
  3. Madame, uma coisa:

    indiquei seu blog a três pessoas, todos eles me disseram que tentaram, inúmeras vezes, comentar aqui. Mas você só permite comentário de blogueiros ou usuários que tiverem registro? Eles não tem blog, iriam comentar apenas inserindo o nome.

    Bom, recado dado! ^^

    Beijo e aparece!

    ResponderExcluir
  4. Se é que é possível, não assisti E O Vento Levou ainda!! Mas a frase é divina!

    MaDame, vou comentar os seus outros posts neste daqui, para lhe poupar o trabalho de ficar voltando para ler!!

    Quanto ao Globo de Ouro, achei uma *%#$@!!! Não gostei de Avatar ganhando e nem de Se beber, Não case...muito menos James Cameron!! Ainda assim, acho que a Academia remará para águas mais distintas e não tão populares!

    Vi que você fez uma crítica de A Proposta! Estou louco para conferir este!

    Tbm acho Hans Zimmer supremo, mas não considero O Último Samurai uma composição tão memorável. Claro que você tem seus motivos pessoais para gostar, e não questiono isso, assim como eu amo a trilha de Desventuras em Série, você ama O Ultímo Samurai!

    O seu post que fala da invasão dos livros está muito legal!! To guardando dinheiro pra comprar o livro Chéri e o ingresso do Nine! hehehhehe

    E gostei das suas compras. Tenho 1001 Filmes Para Ver Antes de Morrer e adorooo!! Quando não tenho nada para fazer, abro o livro e vou achando filmes que gostaria muito de assistir, ou que tenho!! Visito sempre Desejo & Reparação (pois tenho o DVD) e Crepúsculo dos Deuses (pois sempre quis assistir)!

    A crítica de A Duquesa está muito boa!! Gostei mais dos figurinos do que do filme como um todo, mas a atuação da Keira achei muito tocante!

    Beijos MaDame!

    ResponderExcluir
  5. Oi Reinaldo: Esta é minha segunda frase preferida. Gosto desta aqui porque tem um lance meio autobiográfico, sabe?(rs). Nunca passei fome, mas me vi em uma situação como Scarlett O'Hara, de muita dificuldade e adoro esta frase. Um misto de superação com raiva! bjs

    ResponderExcluir
  6. Super cicatrizante! Adoro este filme demais... consigo ter vários sentimentos a cada nova cena e haja risos e lágrimas.


    Aiiii Cris, jura que tem gente que não está conseguindo comentar no blog? Ai meu Deus! Você pode falar para eles comentarem de novo. Vou alterar aqui, nem sabia que isso estava acontecendo(começo de blog, sabe como é né!!!!)
    Bjs e obrigada pelo gentil gesto!

    ResponderExcluir
  7. Olá Madame.

    Confesso que nunca o vi, mas tenho uma grande antipatia por ele, justamente por ter vencido o maravilhoso "O Mágico de Óz" como melhor filme.

    Na verdade, eu nunca lembro de tirar um tempo para assití-lo, mas um dia eu terei que ver!

    Bjo!

    ResponderExcluir
  8. Eri,
    Hoje vi o cartaz de Nine e Invictus no Cinemark. Quase os beijei haha... Também pretendo ler Chéri se eu gostar do filme, mas como é uma linguagem "sensual" segundo Oprah, não resistirei a Colette. Aprecio o erotismo literário, mesmo que sutil.

    O lance com O Último Samural é mais afetivo mesmo, acho que Hans tem músicas melhores também. Tenho uma super queda por coisitas japonesas, a começar os escritos de Haruki Murakama e Yasunari Kawabata. Sempre aprecio ao extremo estes filmes como O Último Samurai, Memórias de uma Gueixa,etc.

    Junte-se ao clube. Não queremos que Avatar ganhe como melhor filme do Oscar e nem James Cameron como melhor diretor! rsrs... Eles são bons, mas neste ano, tem produções mais equilibradas que merecem estes prêmios. bjs!

    ResponderExcluir
  9. Olá Raphael,

    Você é o primeiro cinéfilo que me diz que tem antipatia por E o Vento Levou (rs), por isso eu gosto da sua sinceridade. E para adicionar um toque adicional de antipatia, você sabe que E O Vento Levou tem a primeira bilheteria dos anos 30 e O Mágico de Oz a terceira? hahaha(brincadeirinha!)

    Também amo O Mágico de Oz. Sou Judy Garland forever! bjo!

    ResponderExcluir
  10. Muito bom seu blog moça...o visual é otimo...vou tentar ler as coisas postadas no arquivo...to aqui me deliciando viu??! parabens pelo blog!! vc posta todo dia? vou tentar acompanhar..se der espaços de 2 dias entre posts fica melhor..

    seu blog ta favoritado! mt bom! até madame!

    ResponderExcluir
  11. Oi Alice, obrigada pelo gentil comentário. Fico muito contente de você vir aqui e conhecer o Madame Lumière, feito com muito carinho, expressando meu espontâneo amor ao Cinema e o despertar do filme em mim.

    Eu venho postando todos os dias, é claro que há dias que tenho mais dificuldade em função dos compromissos e posto mais tarde, mas já tenho vários filmes em minha cabeça e outros a assistir, além de umas idéias diferentes no médio prazo... dificilmente deixarei de postar a cada 1 ou 2 dias, no máximo.

    Delicie-se, com prazer!

    bjs!

    ResponderExcluir

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière