sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Um Filme, uma canção: Romeu + Julieta (Romeo + Juliet -1996 ), Kissing You de Des'Ree

Um filme, uma canção por Madame Lumière
a combinação inesquecível para uma nostálgica emoção




Na versão moderna pop de uma das histórias de amor mais trágicas, Romeu e Julieta do escritor William Shakespeare e dirigida por Baz Luhrmann (de Moulin Rouge e Australia), o amor está em cena em uma jovem e passional atuação de Leonardo DiCarpio e Claire Danes, magnificamente romântica para os corações tórridos de amor, em especial, na sua impossibilidade. Selada com uma música tão encantadora, tão mágica, tão profunda e tão triste quanto, o love theme deste longa-metragem se tornou parte da minha vida. A canção Kissing You da cantora britânica Des'Ree que, verdadeiramente e intensamente interpretada por ela, ganha força e adoração em meu coração mais do que o filme em si. A primeira vez que a ouvi na película foi como se o mundo parasse naquela amorosa cena para me presentear com essa canção; a voz no ponto intenso de um clímax passional, o som delicado do piano porém capaz de ir no mais subterrâneo da alma é tão genuinamente tocante que as lágrimas brotam como flores em um jardim para depois morrerem quando as lágrimas encontram os lábios de beijos apaixonantes. Kissing you evoca belamente que é impossível viver sem aquele amor, com o peito cheio de dor, com a carência do toque do beijo, na pele que urge pelo verdadeiro e eterno amor. Beija-me Kissing You, Beija-me Romeu + Julieta! Amo-os como uma declaração de amor shakespeariana aos corações românticos.






Kissing You, Desree, Soundtrack Romeo + Juliet

"I'm Kissing you, Love
Touch me deep
Pure and true
Gift to me forever"




Créditos das fotos montagem: FanPop

7 comentários:

  1. olha só, eu diria que prefiro essa música do que o filme em si.
    talvez eu era muito novo quando assisti, devo dar uma chance para ele novamente!

    ResponderExcluir
  2. Olá Bruno,

    Saudades de ti, rapaz! Preciso voltar ao seu post para comentar sobre aquela lista de filmes.

    Pois é, eu também era muito nova e me fixei muito à canção e também ao background literário de Shakespeare, mas achei bem diferente esta versão, também preciso reconferí-la. Tudo que é romântico é bem vindo !

    bjs intratecalísticos e madamísticos pra vc!

    ResponderExcluir
  3. Já conferi essa versão de Luhrmann em diferentes oportunidades, e, para mim, o filme continua sendo limitadíssimo. Contudo, é uma obra arrojada e inovadora(o que pode parecer uma contradição, mas não é). E essa música ajuda a aentender pq.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Adorava esse filme quando criança (como se fose muito adulto)!! Passava na Globo e eu sempre assistia!!!

    E a canção é linda!!! Você já disse tudo o que dava pra dizer sobre ela Madame!!!

    Beijos
    (vou continuar te chamando de Madame e não pelo nome verdadeiro!!! Madame é mais legal e eu já me acostumei!!) rrsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
  5. Reinaldo: Sim, é uma contradição compreensível, entendi o que você quis dizer. Na verdade, penso que há um lado arrojado por conta doe estilo mais contemporâneo, mais cool, mais pop. É uma estética distinta para um clásssico. Eu ainda prefiro o tradicional que ganhou 2 estatuetas no Oscar de 68. Com o romantismo tendo a amar a tradição. bjs!

    ResponderExcluir
  6. Oi Eri,
    Temos bom gosto e romantismo. Obrigada pela sua sensibilidade. bjs!

    PS: Sim, pode me chamar de MaDame como nos filmes rsrs! Mas pra você eu sou Madame e soy yo também rsrs. Viu como você é trés chic?

    ResponderExcluir
  7. oi madame e a primeira vez que eu entro no seu blog e ameeeeeeei eu vejo esse filme maravilhoso desde quando eu era crianca,eu amo d+++ esse filme beijos para voce madame!

    ResponderExcluir

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière