quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Sex Tape: Perdido na Nuven (Sex Tape) - 2014

Rapidinhas no MaDame:
Porque o que importa é o prazer da Cinefilia








Sobre a história:  Annie (Cameron Diaz) e Jay (Jason Segel) são um casal que caiu na rotina do casamento e não transam mais como antes. Certo dia decidem inovar no sexo e  gravam um vídeo pornô que, por descuido, está perdido na nuvem (Cloud). 



Opinião Geral sobre o filme: Uma comédia estilo "comidinha". Rola a apologia ao sexo que garante boas gargalhas tamanho o besteirol e faz recordar aquelas sessões divertidas com filmes como American Pie porém, em Sex Tape, ela é aplicada a um casamento cujo sexo intenso não é mais o mesmo, o que é natural ocorrer. Como o filme anterior de Jake Kasdan (Professora sem classe, também com Cameron Diaz), o  diretor gosta de brincar com o assunto sexo e nos fazer rir, logo não dá pra esperar muito do roteiro, esse longa é uma diversão descontraída, sem complicações. Cameron Diaz e Jason Segel são experientes em comédias e estão à vontade para fazer palhaçadas e se submeterem a situações constrangedoras como  as cenas hilárias da transa "diferente e filmada", fumar cocaína, fugir de um cão de guarda e afins. O mais analítico da história (se é para extrair algo sério para análise) é a sua sintonia com o tema tecnologia cloud, considerando que, com o boom da internet, da mobilidade e da sincronização de aplicativos em variadas plataformas como laptop, Smartphones, Tablets etc, todo cuidado é pouco ao compartilhar informações e evidências da intimidade. O filme também vale pela ideia do vídeo pornô que alguns casais costumam fazer, porém há de se pensar se essa ideia combina com  todos ou é uma solução desesperada para algum prazer mais criativo. Nem sempre deixar o casamento mais caliente  é aceitar fazer coisas que não têm nada a ver com o estilo e desejo verdadeiro do casal.


O desprazer:  Roteiro raso, previsível e nada criativo. Está impregnado de clichês.


Por que vale a rapidinha?   O longa é engraçado por causa dos clichês e do perrengue do casal. O cinema Americano não seria tão bom se não tivesse essas palhaçadas para a gente rir da vida, do sexo. Quem nunca passou uma situação sexual constrangedora que atire a primeira calcinha / cueca?







Ficha técnica do filme ImDB Sex Tape

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière