sexta-feira, 16 de abril de 2010

Um filme, uma canção: Pequena Miss Sunshine (Little Miss Sunshine - 2006), "The Winner is" de Mychael Danna e Devotchka


Um filme, uma canção por Madame Lumière
a combinação inesquecível para uma nostálgica emoção





Em mais "Um filme, uma canção" por MaDame Lumière, trago-lhes mais uma nostálgica e encantadora música, parte de minha mágica vida de cinéfila, e desta vez, uma canção muito especial que traduz tão intimamente Pequena Miss Sunshine, o drama cômico dirigido por Jonathan Dayton e Valerie Faris, com roteiro vencedor de Oscar escrito por Michael Arndt e que relata a jornada de uma problemática família que vai até a Califórnia com uma Kombi amarela para acompanhar a caçula Olive (Abigail Breslin) em um concurso de beleza. Um longa-metragem adorável que, mesmo com baixo orçamento e dificuldades para finalização, conseguiu uma ótima repercussão entre cinéfilos, críticos e mídia em geral.





Não pretendo resenhar o filme nesse post, porque amo tanto a verdade exposta no
Pequena Miss Sunshine, desde os dramas familiares até os individuais existenciais além de valores como o amor, a amizade, o companheirismo, a auto-aceitação do indíviduo, entre tantos que a sensibilidade e maturidade do filme merecerá um lugar vencedor no MaDame Lumière através de uma resenha bem especial; além disso esse longa-metragem conta com um espetacular elenco: Steve Carell, Toni Collette, Alan Arkin(vencedor do Oscar de melhor ator coadjuvante por essa atuação), entre outros os quais não podem deixar de ser mencionados; no entanto posso antecipar-lhes o que faz essa pequena Miss brilhar como um raio de sol em meu coração cinéfilo assim como essa canção? Vários, mas acima de tudo, o que me encanta é essa família de gente muito espontânea e nada louca, afinal fingir ser normal não é natural e sim ocultar a própria esquisite. O filme conquista por tirar a máscara humana em um sensível formato de comédia dramática, e mostrar que todos nós não precisamos fingir quem realmente somos. Temos que assumir que nem sempre dá pra ganhar na vida e que não precisamos seguir a perfeição bem sucedida pregada pelo mundo anulando nossa natureza e problemas. Temos que aprender que os fracassos não nos fazem pessoas menores e sim melhores.





Para mim, The Winner is, que representa bem o trabalho da banda americana Devotchka e a sensível harmonia musical do experiente compositor Mychael Danna, é uma canção muito otimista, mesmo na sua esquisitice que mistura uma ambígua sonoridade triste e alegre. Por incrível que pareça, essa sonoridade que, ao mesmo tempo, incentiva a continuar a jornada da vida com otimismo e esperança, e também faz-nos refletir no choroso silêncio dos fracassos é a sua principal beleza. Na verdade, gosto de pensar na canção como algo assim: "Terás fracassos, mas serás vencedor". Serás o "Winner" da sua própria vida, da sua própria jornada e aprenderás muito com tudo isso, aprenderás vencer sendo você mesmo". Muitas vezes, vencer não é o vencer cultuado pelas pessoas e pelo mundo, a vitória é o que aprendemos durante a jornada e não na reta final, vencer é o que ganhamos para o bem da nossa própria existência. Winner is é uma canção que faz sentir-me uma Pequena Miss Sunshine, uma MaDame que, mesmo quando vive dias escuros, tem o brilho de um sol.





Crédito montagem das fotos: Fan Pop

6 comentários:

  1. Filme eterno, pra mim! Também acho precisamente especial!

    Quero ver seu post sobre ele, ainda que eu ache que o OSCAR dado ao Alan Arkin não tinha razão...a Abgail e todos ali estavam melhores que ele, sei lá...

    beijos

    ResponderExcluir
  2. filme fantástico... um dos melhores da década, com certeza.

    e essa música é uma maravilha. me faz lembrar do filme e me deixa com vontade de ve-lo denovo!!

    ótimo texto.

    ResponderExcluir
  3. Belo texto MaDame, como sempre.
    Também considero "Pequena Miss Sunshine" um diamante em estado bruto. Filme sensacional e emocionante em sua simplicidade - irei aguardar a sua resenha =)

    Além de "The Winners Is", outra música que adoro e faz parte da trilha sonora do filme é "Til' The End of Time", também do DeVotchka.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Oi Cris,

    Esse filme é fascinante e o elenco é bem equilibrado nas atuações, o que confirma que elenco bom é elenco que todos brilham.

    Eu adoro a poesia da problemática que há neles,rs!

    Beijo, meu amigo. Em breve volto inspirada como a Pequena MaDame Sunshine.

    Beijo,

    ResponderExcluir
  5. Oi Elton,

    Obrigada pelo apoio!
    Você falou tão lindo sobre o "diamante" que é esse filme que eu fiquei com mais vontade de assistí-lo. Estou em um momento "Pequena Miss Sunshine" em uma área de minha vida e acho que é o momento certo para re-assistir melhor o filme.

    DeVotchka é 10!!!!!!!!!!

    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Bruninho,

    Concordo em tudo o que disse. Essa música é wonderful, o filme é um paradise. beijo

    ResponderExcluir

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière