sexta-feira, 23 de abril de 2010

Um Filme, uma canção: O casamento do meu melhor amigo (My best friend's wedding - 1997, de P.J. Hogan) , I say a little prayer for you de Diana King)


Um filme, uma canção por Madame Lumière
a combinação inesquecível para uma nostálgica emoção




I say a little prayer for you de Diana King é uma canção inesquecível não somente por ser um hit atemporal da diva soul, mas por ser totalmente vital para registrar o quão memorável é a comédia romântica O Casamento do meu melhor amigo, estrelada por Julia Roberts no papel de Julianne Potter, a amiga que se vê apaixonada pelo amigo Michael O'Neal (Dermot Mulroney) às vésperas do casamento dele com Kimberly Wallace (Cameron Diaz). Na cena em que a canção é cantada sob a liderança do hilário amigo de Julianne, George Downes (Rupert Everett, em deleitável e muito charmosa performance), I say a little prayer for you ganha uma dimensão tão energizante que todos no local começam a cantar, com uma ótima combinação de vozes entre acapella e acompanhamento musical com teclado.





No contexto do filme, George acaba tendo que se passar como o affair de Julianne para despertar o ciúmes de Michael, então durante a cena desse jantar com a presença de várias pessoas, inclusive Michael e Kimberly, George começa a contar como ele e Julianne se conheceram com revelações adoravelmente engraçadas, e engata um tipo de declaração de amor para Julianne com a letra de I say a little prayer for you. A energia empolgante da canção e sua romântica e bem humorada abordagem colaboram para eternalizar essa cena no Cinema e combinam muito bem com o tom engraçado da cena, principalmente, com a interpretação fabulosamente gay de
Rupert Everett. Um canção tão alegre e vivaz que quando ela é tocada é impossível não lembrar dessa encantadora comédia e ter vontade de se apaixonar e começar a dançar com intenso regozijo. Ela também toca no seriado Glee e não pude perder a oportunidade de incluí-la nesse nostálgico Um Filme, uma canção.


Forever and ever you'll stay in my heart
And I will love you forever and ever
We never will part and I will love you
Together, forever that's how it should be
To live without you could only mean heartbreak for me

Para sempre, para sempre você ficará em meu coração
E eu te amarei para sempre
e jamais nos separaremos oh, como eu te amarei
Juntos, juntos, é assim que deve ser
E viver sem você, apenas significaria magoas para mim







10 comentários:

  1. Rupert Everett merecia um oscar por essa atuação, amo o filme!

    Madame, poste sobre DIÁRIO DE UMA PAIXAO!

    ResponderExcluir
  2. Da para ver que vc está curtindo Glee. Com todo o merecimento. A série é mesmo contagiante. Assim como essa cena em que George seduz a todos com seu carisma e charme. Para mim, indiscutivelmente um dos grandes momentos do cinema (pq eles não precisam ser todos dramáticos e/ou apoteóticos).
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Adoro essa cena. Não só por gostar da música, mas porque ela acontece num momento crucial do filme!

    ResponderExcluir
  4. um verdadeiro "jovem clássico"

    essa música foi febre... hehe

    ResponderExcluir
  5. Essa cena é muito divertida! E o filme é também. Uma comédia romântica que criou padrões a ser seguidos incansavelmente nos anos seguintes.

    ResponderExcluir
  6. Oi Cris,
    A atuação dele foi ótima. Uma indicação não seria nada mal. Anotei seu pedido aqui na minha EXTENSAAAAAAA lista,rs! bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi Reinaldo,
    Estou em uma fase jovial, saudosa, lembrando da minha adolescência, dos anos 80, de canções e filmes da época, então Glee tem aquele lado teen e musical que não é tão high school e também me possibilita contagiar-me com um renovo, entende? Gosto mais das cenas musicais do que a história em si.

    Também concordo que é um dos grandes momentos do Cinema e, no gênero das comédias românticas, um momento campeão. bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi Kamila,
    Concordo! Essa cena é para sempre e fundamental no filme. bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi Bruno
    Exato! Um jovem clássico, atemporalíssimo. Fever4ever!!!
    bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi Wally,
    Você falou algo muito interessante, e muito pertinente. Esse filme é um "benchmarking" em comédias românticas. Concordo totalmente! Espero que diretores não se esqueçam disso e consigam entregar comédias menos vazias.
    Bjs

    ResponderExcluir

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière