sábado, 13 de novembro de 2010

MaDame Series Opina: Seriado Dexter - 1x01 - Dexter Pilot ( 1ª Temporada - 2006)


MaDame Series Opina: O momento fora de série sobre Seriados de TV
Agora em novo formato, com insights por episódios,
e um fechamento a cada temporada.




Dexter Morgan, o fenomenal psicopata do bem intepretado pelo fantástico e merecidamente premiado Michael C Hall tornou-se tão essencial para os viciados na 'Dextermania' quanto o sangue que corre nas veias. Como dito pelo charmoso Dexter, perito em análises de vestígios de sangue da Polícia de Miami: 'O sangue é a minha vida'. Logo não é difícil afirmar que Dexter é viciante como uma adrenalina que exalta os ânimos à medida que o sangue bomba pelo corpo. A partir do Piloto 1x01, o seriado já dá o seu tom de drama, suspense e humor negro em uma ensolarada Miami que conquista legião de fãs. Dexter é uma série dramática criminal que inverte totalmente a convencional moralidade ao colocar um protagonista com sede de sangue desde a infância e que catalisa seu comportamento assassino exterminando a escória de serial killers e outros bandidos que o sistema não condenou. O público acaba por adorar Dexter porque ele é o anti-herói que faz justiça com as próprias mãos com métodos bem meticulosos e um estilo refinado de ser, colocando o mal que acometeu seu doentio psíquico a favor do bem coletivo.





Baseado no best seller de Jeff Lindsay, Dexter é um protagonista peculiarmente sedutor pela ambiguidade que conquista e que, magnificamente, o faz único na ficção televisiva: seu papel foi elaborado para que haja a seguinte indagação: "Dexter é um assassino, mas ele não é tão mal assim. Foi orientado pelo pai para não matar vidas inocentes, para não ser vítima do próprio infortúnio mental. Olha suas outras virtudes!". Ele é bonito, atlético, inteligente, cínico, educado, sarcástico, irônico, realista, perfeccionista, habilidoso, meticuloso, cavalheiro, bom namorado e meo pai dos filhos da companheira, bom irmão e competente colega de trabalho da equipe policial... Ufa! Dexter é uma contradição compreensível, autêntica, e suas virtudes são tão deliciosas de se ver na excelente atuação de Hall que seu espírito homicida não é julgado pela audiência que relativiza seu defeito de fabricação, afinal, nem todo mundo é perfeito e ele mata todos os canalhas que destruiram tantas famílias. É importante não se esquecer que Dexter é um personagem concebido, sob o ponto de vista psicológico, de uma forma muito verídica em sua sociopatia. Mesmo que ele seja idolatrado, ele é a incorporação mais perigosa do psicopata porque age socialmente com a sedutora máscara de quem não parece ser um psicopata, por isso ele é querido, porque ele é atrativo como normalmente os psicopatas do cotidiano são; a diferença aqui é que Dexter ainda não sacaneou com ninguém do bem como normalmente os psicopatas sociais fazem. Finalmente, o piloto também dá o tom de suspense para os próximos episódios, criando uma quebra-cabeças para Dexter, um jogo de gato e rato com um serial killer que desafia a inteligência do perito e, ao mesmo tempo, tem uma habilidosa forma de matar que fascina o anti-herói em tiradas impregnadas de bem humorada admiração. Quem é o assassino das prostitutas? O assassino do gelo que não deixa uma gota de sangue na trilha de Dexter? Mais um enigma para os próximos episódios! Mais um enigma para Dexter!



Avaliação MaDame Lumière



2 comentários:

  1. Dexter é fabuloso.

    E eu diria que a segunda temporada consegue ser ainda melhor que a primeira.

    Bjos madame.

    ResponderExcluir
  2. Quer dizer que vc ainda não tinha visto a primeira temporada de Dexter madame? Ótima pedida para o feriadão! Ice Truck killer. Vc ñ perde por esperar...rsrs
    Bjs

    ResponderExcluir

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière