sexta-feira, 19 de março de 2010

Um Filme, uma canção: Titanic, My Heart will go on de Celine Dion

Um filme, uma canção por Madame Lumière
a combinação inesquecível para uma nostálgica emoção




James Cameron pode não ter ganhado o Oscar de melhor diretor e filme com Avatar em 2010, mas seu vencedor longa-metragem, Titanic, uma das maiores bilheterias da história do Cinema será love story forever. A história de Jack e Rose, interpretada por Leonardo di Caprio e Kate Winslet influenciou muitos sentimentos amorosos em uma legião de cinéfilos e também apaixonados por romance. Eu sou uma delas. Recordo-me que, quando o filme foi lançado, eu estava em minha fase musical, ou seja, eu cantava em um coral e além disso gostava de cantar em karaokês quando saía com os amigos, era uma febre na época. Adotei My Heart will go on como minha canção tema por um bom tempo e cheguei até a ganhar uma competição em um happy hour corporativo(risos). Os sentimentos de amor e paixão da época me ajudavam a expressar a canção tema de Titanic e me motivavam a cantá-la profundamente, com todo o meu coração. Além disso eu adorava a cantora Celine Dion e estava fascinada por sua musicografia também em língua francesa, especialmente, amava uma música chamada J'attendais que costumava cantar durante os estudos de francês. Bons e apaixonantes tempos!





My heart will go on, com sua letra e música tem tanto a ver com Titanic pois é aquele tipo de canção que todo coração apaixonado quer vivenciar assim como o amor do filme e que marca Titanic para sempre por estar tão intimamente ligada à Jack e Rose. Há uma lealdade amorosa na música assim como o tem na relação dos dois ("
We'll stay forever this way. You are safe in my heart and my heart will go on and on"), por isso esta canção foi parte de minha vida real e minha vida através do cinema, porque ao cantá-la, era como fazer uma promessa de amor, e de alguma forma, tocar o coração das pessoas com esta verdade, reforçar este sentimento no meu. Mesmo que uma relação ou a esperança de uma relação se finde afundando no mar da vida, eu acredito que o coração sempre continua a amar, na eternidade das mais genuínas emoções.









Crédito das fotos: Fan Pop
Vídeo: YouTube

6 comentários:

  1. Madame!

    Puxa, seu blog está lindo com esse post!
    Deu todo um sabor nostáligo e romantico, eu amo Titanic até hoje e considero a trilha de James Horner inspiradora! beijo

    ResponderExcluir
  2. Olha madame, essa canção não surtiu o mesmo efeito em mim do que em você e em grande parte das pessoas que conheço. Mas inegável que é uma grande música e ajusta-se perfeitamente a história contada.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Cris, obrigada pelo carinho. Eu gosto desta trilha sonora, principalmente as instrumentais. Aquela da Rose é divina!

    Oi Reinaldo: Que homem insensível haha, pensei que estavámos em sintonia, my heart will not go on with you baby! bjs

    ResponderExcluir
  4. Don´t say That. I take back what I said earlier. rsrs

    bjs

    ResponderExcluir
  5. Essa música é um ícone!! Nem gosto muito de Celine, mas essa é insuperável!!

    ResponderExcluir
  6. Oi G, eu sei que você é sensível(COMIGO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!) HAHA. bjs

    Oi Eri, no passado eu era super adoradora da Céline, na época da trilha sonora do filme Intimo e pessoal e de Titanic, mas agora nem me lembro muito dela. Foi uma fase musical que passou na minha vida e realmente prefiro o trabalho dela em língua francesa que foi muito mais marcante pra mim. bjs

    ResponderExcluir

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière