domingo, 26 de junho de 2011

MaDame CineFotografia: Shampoo (Shampoo) - 1975, de Hal Ashby

"Uma câmera na mão e uma foto de Cinema"

por MaDame Lumière







Foto de inspiração fálica, com Warren Beatty

como o cabelereiro George Roundy






A fotografia é muito mais eficaz quando ela sugere com comicidade um apelo erótico e divertido que já faz parte da temática do filme. No caso de Shampoo, George Roundy (Warren Beatty) é um cabelereiro que saí com várias mulheres. Ele é a sensação feminina do salão. A película realiza uma sátira da política sexual em um contexto político que só serve de pano de fundo, afinal o filme ocorre em pleno final dos anos 60 e início dos 70, época da liberação sexual destacada em vários filmes.


A fotografia tem um primor criativo porque ela tem o poder da sugestão, de mover o imaginário erotizado do público a tirar suas próprias conclusões. Combina uma mulher que tem o seu cabelo secado pelo próprio George. Ele lhe aponta o secador, próximo ao pescoço (que é um zona erógena e de preliminares). O secador é um objeto que por si só já tem a ponta ereta, que pode representar o fálico. Assim também, com dupla representação do sexo, ela abaixa a cabeça como que sugerindo um ato de felação. O único detalhe que mata a foto é seguramente a cabelereira gigante do Warren Beatty, a qual não deixa de ser engraçadíssima!

Um comentário:

  1. Introduções ao erotismo fotográfico by madame Lumière... rsrs. Realmente essa cabeleira do Beatty é de exterminar qualquer clima... rsrs

    Bjs

    ResponderExcluir

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière