segunda-feira, 16 de maio de 2011

Metalinguagem no Cinema: Depois do Vendaval (1952) e E.T. - O Extrarrestre (1982)

A Sétima Arte pela Sétima Arte





Trinta anos após Depois do Vendaval (The Quiet Man), épico romântico clássico de John Ford, o cineasta Steven Spielberg fez uma encantadora e bela homenagem metalinguística em seu E.T. ao incorporar e revisitar uma das mais apaixonantes cenas entre John Wayne e Maureen O' Hara. Na sequência da aula de laboratório na escola, Elliot (Henry Thomas) estabelece uma sensitiva conexão com o extraterrestre, enquanto o E.T. está em casa embriagado e assistindo à Depois do Vendaval. Quando E.T. assiste à emblemática cena de beijo entre Wayne e O'Hara, a sala de aula de Eliot está em completo alvoroço. O pequeno Eliot incorpora totalmente o espírito decidido e viril de John Wayne, puxa a colega de classe para si e lasca-lhe um beijo. Sequências adoráveis e inesquecíveis em um diálogo atemporal que somente o Cinema poderia criar. Sublime!

















2 comentários:

  1. Obrigada Kamila, adoro Depois do Vendaval e o ET, o que ficou bem mais inspirador.

    ResponderExcluir

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière