sábado, 25 de julho de 2015

Quero matar meu chefe 2 (Horrible Bosses 2 - 2014), de Sean Anders


Rapidinhas no MaDame:
Porque o que importa é o prazer da Cinefilia






Por Cristiane Costa



Sobre a história:  Nick, Kurt e Dale decidem abrir um negócio próprio e contam com a proposta de um investidor, porém as coisas não saem como combinadas e eles estão em um fria. Decidem fazer um sequestro para conseguir uma grana. 

Opinião Geral sobre o filme:  Continuação de Quero matar meu chefe (2010), este é um longa que deu certo e evolui no entretenimento desta franquia. Com atores coadjuvantes atrativos e de peso como Kevin Spacey e Christoph Waltz , que caem como uma luva para personagens vilões e o trio de amigos carismáticos e idiotas intepretados por Bateman - Sudeikis - Day, cada um com seu jeito e espaço suficiente  para fazer sua atuação, o filme tem uma história bem melhor elaborada que mescla mais reviravoltas, sequências de ação com carros e perseguições, boas piadas, mentirinhas e idiotices, e coloca incógnitas nos comportamentos de  Rex  (Chris Pine), o desequilibrado filho do ricaço  Bert Hanson (Waltz) , e do bandido "camarada"  Dean "MF" Jones (Jamie Foxx) que pode ajudar Nick, Kurt e Dale a se livrar da enrascada.  Como no primeiro filme, Jennifer Aniston continua pervertida e viciada em sexo e, com pequena participação, ela garante um toque feminino hilário  e desbocado.
Como diferencial, a ficção amplia a  divertida questão de querer "matar o chefe" por uma boa razão.  Ainda que os amigos tenham tentado ser empreendedores e ter a própria empresa, eles acabam se prejudicando após a falsa promessa de um  cliente, um homem capaz de "puxar a o tapete" de qualquer um para ficar mais rico, afinal "business are business" e os canalhas estão em todo o lugar, o que indica que , nesta sequência, a ideia de desejar matar o chefe vai além de uma hierarquia empresarial.


O desprazer:  Christoph Waltz e sua emblemática vilania em filmes poderiam ter sido melhor aproveitados na história.


Por que vale a rapidinha?   A boa energia cômica, química e camaradagem entre  Jason Bateman,  Jason Sudeikis e Charlie Day ,  o ritmo e, principalmente, as reviravoltas que mantêm o engajamento e a curiosidade com o filme.








Ficha técnica do filme ImDB Quero matar o meu chefe 2 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière