domingo, 26 de setembro de 2010

MaDame Loves: 7 Filmes Impecáveis, 7 Citações Pecadoras, 7 Pecados Capitais



O MaDame Loves apresenta 7 ótimos filmes com 7 Citações relacionadas aos 7 pecados Capitais. Se você não assistí-los, cometerá um grave pecado. Se você assistí-los, assumirá que é um pecador.
Não tem saída, hoje o pecado impera aqui!



Ganância



Wall Street, 1987 Direção de Oliver Stone

Greed...is good

Ganância... é bom
Gordon Gekko (Michael Douglas)

"Com volta de Gordon Gekko no recém estreado "Wall Street - O dinheiro nunca dorme, a cotação de Wall Street no mercado cinematográfico alcançou maior lucratividade. As lições gananciosas e o tino financeiro do milionário Gordon Gekko continuam valendo. Quem disse que dinheiro não é bom, que atire o primeiro maço de dólares"


Orgulho



Pulp Fiction, 1994 Direção de Quentin Tarantino

That's pride fucking with you. Fuck pride. Pride only hurts, it never helps.

Este orgulho está fodendo com você. Foda-se o orgulho.
Orgulho só mata, nunca ajuda.
Butch (Bruce Willis)

"Butch é boca suja, violento e pavio curto mas tem a pura sabedoria nessas palavras de mais um ótimo roteiro de Quentin Tarantino. Orgulho não leva à nada, machuca os outros, e principalmente, machuca quem é orgulhoso. Como diz sabiamente o padre de Os infiltrados, de Martin Scorsese: 'antes da queda vem o orgulho', e Tarantino encerra o tema e manda o orgulho se ferrar. Ótimo!"


Ira



Batman Begins, 2005 Direção de Christopher Nolan

You fear your anger, the drive to do great or terrible things.

Você teme sua ira, o impulsionador para fazer feitos grandiosos e terríveis.

Henri Ducardi (Liam Neeson)



"Em um dos melhores e mais inteligentes diálogos de Batman Begins, Henri Ducardi discursa sobre como a raiva de Batman deveria ser potencializada para algo mais positivo, como Batman tem que enfrentá-la e canalizá-la tal que consiga superar os traumas da perda do pai. Não há dúvidas que a raiva pode elevar ou destruir um homem por completo, depende como ele lida com ela."


Luxúria



O Advogado do Diabo, 2005 Direção de Taylor Hackford

Vanity, definitely my favorite sin.

Vaidade, definitivamente meu pecado favorito.

John Milton (Al Pacino)


"O próprio Diabo, intepretado pelo supremo Al Pacino, assume seu favoritismo por um dos pecados mais populares na humanidade: a vaidade. Em um roteiro carregado de cenas luxuriantes e uma influência notória do lado negro da força, a vaidade é o próprio Anjo traidor."

Inveja



Se7en, 1995 Direção de David Fincher

It seems that Envy is my sin.

Parece que a inveja é o meu pecado.

John Doe (Kevin Spacey)


" Seven é um dos thrillers clássicos da década de 90. Tenso e provocativo do começo ao fim, coloca o psicopata John Doe em evidência ao elaborar uma trama de assassinatos baseados nos sete pecados capitais. Como não poderia deixar de fazê-lo, em um final pertubador, ele assume ironicamente "Parece que a inveja é meu pecado". Emblemático!"

Preguiça




Sangue Negro, 1995 Direção de Paul Thomas Anderson

You didn't do anything but sit down. You're lazy, and you're stupid. Do you think God
is going to save you for being stupid?He doesn't save stupid people.

Você não fez nada mas ficou sentado. Você é um preguiçoso, um idiota.
Você acha que Deus te salvará por ser idiota? Ele não salva os idiotas.

Eli Sunday (Paul Dano)



" O discurso acima é o de um líder religioso na zona petrolífera americana do épico Sangue Negro, mas bem que deveria ser um sermão a ele mesmo. Eli Sunday é um ganancioso pastor que está mais interessado em obter vantagens financeiras na riqueza construída pelo milionário do petróleo, Daniel Pleinview (Daniel Day-Lewis). No desfecho fica claro que quem é preguiçoso é Eli Sunday, candidato a arder no inferno dos "pseudolíderes" religiosos."


Gula




Mary e Max - uma amizade diferente, 2009 Direção de Adam Elliot

Dr Bernard Hazelhof told me you should never weigh more than your refrigerator and to never eat anything bigger than your head. I once ate a watermelon bigger than my head.

Dr Bernard Hazelhof falou-me que você nunca deveria pesar mais que seu refrigerador e nunca comer algo maior do que a sua cabeça. Uma vez eu comi uma melancia maior que minha cabeça.

Max (Voz de Philip Seymour Hoffman)



" Nessa melancólica e profunda animação para adultos sobre a linda amizade entre Mary e Max, há espaço para a gula, um dos dramas atuais da sociedade que tem engordado ano após ano. Max é um Senhor de Meia- Idade e solitário em plena Nova York. Frequentador dos compulsivos comedores anônimos, ele assume que está crescendo para os lados e que gosta de comer hot dogs de chocolate, além de uma extensa lista semanal de guloseimas. Uma prova de que a gula é o pecado mais gostoso!"



O luxo está nos pequenos prazeres,
Celebre o Cinema.
Vote no MaDame


Uma nova proposta de Blog
para quem quer ler sobre Cinema
de uma forma vívida e humanista
como a Vida é!




2 comentários:

  1. Primeiramente: Madame, parabéns pelo post, acho super bacana suas listas, são sempre originais e muito bem feita.
    Agora, momento versonha: Dos citados eu apenas vi "Pulp Fiction". Comprei esta semana "Sangue Negro" que verei ainda esta semana, também estou com "O Advogado do Diabo" hehehe, verei os dois filmes.

    Muito bacana a lista!

    PS: Acho que no momento, o pecado que está comigo é preguiça, tenho que admitir ando muito preguiçoso, hehehe.

    Abs.

    ResponderExcluir
  2. Uma lista de luxo mesmo! E fiquei surpresa em ver "Mary & Max" nela. Estou em dívida com esse filme.

    Beijos, querida! ;)

    ResponderExcluir

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière