sábado, 21 de maio de 2016

Especial Cannes: 10 comédias imperdíveis

MaDame Listas
Especial Festival de Cannes
por Cristiane Costa




A maioria dos filmes em competição nas edições do Festival de Cannes são dramas, entretanto, o toque inusitado da surpresa é quando os realizadores alcançam o desafio de unir o drama à comédia e surgem com excelentes  filmes que transitam entre o riso, a angústia, a tristeza e demais emoções que atravessam a via crucis dolorosa da jornada existencial mais reflexiva, intimista. Tão inerente à natureza humana, são estas situações dramáticas que arrancam gargalhadas e lágrimas, tudo junto e misturado, afinal, reconhecer que há um pouco de riso no drama é reconhecer que podemos tirar algum aprendizado de situações difíceis. Por isso, deixamos aqui esta seleção de 10 comédias imperdíveis para você rir e chorar, pensar, sonhar e delirar.

Um abraço,

MaDame Lumière 




 
Dir: Matteo Garrone . Cannes 2012.
Nominado à Palma de Ouro
Vencedor do Grande prêmio do Júri 

 "Uma celebração contemporânea da comédia Italiana com personagens comuns e do povo se entrecruzam com espírito sonhador de um homem e um reality show."
 





Dir: Guillaume Galienne . Cannes 2013.
Nominado à Câmera de Ouro e a Queer Palm
Vencedor dos prêmios C.I.C.A.E e SACD


 "Uma comédia dramática espirituosa sobre um homem que relata sua identidade e sua declaração de amor à mãe e as mulheres"




8º A ovelha Negra (Rams)
Dir:  Grímur Hákonarson. Cannes 2015. 
Vencedor Melhor Filme - Un Certain Regard

"Uma inusitada e minimalista dramédia que reúne a ambição e a possibilidade de reconciliação familiar"




7º Confissões de Schmidt (About Schmidt)
Dir: Alexander Payne. Cannes 2002. 
Nominado à Palma de Ouro

" Chegando à velhice, um homem com sentimento de fracassado inicia uma jornada cômico- dramática de reflexão existencial que vale muito mais do que ele imagina."




6º As invasões bárbaras (Les invasions Barbares)
Dir: Denys Arcand. Cannes 2003. 
Nominado à Palma de Ouro
Vencedor de melhor roteiro
Vencedor de melhor atriz para Marie- Josée Croze


"Uma comovente comédia sobre a morte e a vida, e que atravessa, com louvor, as mais belas e complexas vivências humanas como o amor, a amizade, a lealdade. "



5º Sinédoque, New York (Synecdoche, New York)
Dir: Charlie Kaufman. Cannes 2008. 
Nominado à Palma de Ouro
Nominado à Câmera de Ouro

"Entre a ficção e a realidade, o espírito criador e a criação, a depressão e a ação, a  mente de um diretor de teatro é explorada com um apelo intimista,nonsense e delirante."



4º Barton Fink - Delírios de Hollywood (Barton Fink)
Dir: Joel Coen e Ethan Coen . Cannes 1991. 
Vencedor da Palma de Ouro
Vencedor melhor diretor 
Vencedor ator (John Turturro)

"Com uma atuação crível de Turturro, Barton Fink é a mostra de que escrever um roteiro de sucesso em Hollywood em meio à uma crise criativa é uma hilariante experiência que também carrega em si uma incontrolável angústia."



3º ED Wood
Dir: Tim Burton. Cannes 1995. 
Nominado à Palma de Ouro


"A comédia dramática mais imperdível da seara Burtonesca entrega uma história metalinguística sobre Hollywood com uma performance brilhante de Johnny Depp"




2º Tudo sobre minha mãe (Todo sobre mi madre)
Dir: Pedro Almodóvar. Cannes 1999. 
Nominado à Palma de Ouro
Prêmio de Melhor Diretor
Prêmio Melhor filme pelo Júri ecumênico


"Uma comovente história com o toque de humor Almodovariano, mais trágica que cômica, que concilia encontros e desencontros, pais, mães e filhos e a revelação das identidades e das verdades."






Dir: Damián Szifron. Cannes 2014.
Nominado à Palma de Ouro


"Dizem que o ser humano é naturalmente vingativo e mesmo o mais pacífico dos mortais pode perder o controle a qualquer momento. Relatos Selvagens prova isso da forma mais insana e divertida."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière