domingo, 5 de junho de 2016

10 temas contundentes, 10 imperdíveis documentários na Netflix

MaDame Listas
Filmes na Netflix
por Cristiane Costa





Jesus's Camp: um dos documentários mais polêmicos e que levou um
 acampamento de verão religioso e para crianças a ser fechado.



Netflix tem apresentado uma gama de excelentes e essenciais documentários para compreender a brutalidade humana nos dias atuais. São temas contundentes capazes de golpear a fé de qualquer individuo: desde tráfico de drogas a bullying, passando por violência contra a a mulher e o ambicioso avanço de denominações religiosas cristãs em outros continentes, entre outros. 

Esta seleção aborda problemáticas contemporâneas que significam muito mais do que desafios para a sociedade. São temas que nos atingem diretamente, seja através de constantes e sensacionalistas noticiários, seja através de amigos, colegas e conhecidos que já passaram por isso ou que, indiretamente, lutam contra estes males. A maioria das temáticas estão relacionadas a um tipo de violência; violência contra a criança e a mulher, contra culturas de outros países, contra o ambiente, contra o livre arbítrio, contra a liberdade.  

Assistir a estes documentários nos proporciona uma experiência dolorida, porém necessária, para enfrentarmos essa violência e lutarmos por melhores dias. Não são casos apenas nos USA e em outros países, mas são problemáticas que estão no Brasil, inclusive com recentes casos de estupro coletivo e a interferência da religião em um Estado laico. Assim, para a cura da humanidade (se é que podemos chegar a este mundo ideal), há que conhecer a dor!

Prepare a mente, o coração e o estômago! Boa sessão!

Abraços

MaDame Lumière





10. Bully

Tema: Bullying

Explora o dia a dia de crianças na escola, principalmente, aquele que sofre o bullying por ser considerado "diferente".  Focaliza que a maldade humana começa desde muito cedo, com brincadeirinhas que não respeitam a diversidade.





9. India's Daughter

Tema : Estupro coletivo na Índia



Relata a chocante história do estupro coletivo ocorrido com a jovem Jyoti Singh, na Índia, que brutalmente foi violentada e morta após pegar um ônibus.  A história choca ao mostrar a face de um dos criminosos, a tradicional cultura do estupro no país e a mentalidade retrógrada e machista do homem.



8. Mea Maxima Culpa, silêncio na casa de Deus

Tema: Pedofilia na igreja Católica nos USA


Assim como a ficção "Spotlight", o documentário denuncia os abusos sexuais nos USA. Coloca em evidência o caso Lawrence Murphy através dos depoimentos  de 4 vítimas surdas que foram violadas. Reforça como o silêncio é uma constante em casos como este, nos quais, padres e a instituição são protegidas.




7. God loves Uganda

Tema:  Domínio e avanço de evangélicos África



Enfoca o avanço e crescimento da evangelização Ugandenses que estão sendo realizados pela "International House of Prayer" , com sede nos USA. Mostra que, por trás da boa intenção destes fervorosos e pentecostais religiosos, habitantes de Uganda pobres e sem acesso à educação são influenciados à conversão religiosa. Além do mais, de forma assustadora, expõe a homofobia e atos intolerantes contra gays.






6. Jesus's Camp

Tema: Evangelização cristã  de crianças nos USA


Aborda o avanço de evangélicos ambiciosos nos USA, agora, com um interesse voltado à uma lavagem cerebral nas crianças, formando um exército de devotos conservadores e simpatizantes do político George Bush. Enfoca como as crianças são evangelizadas por Becky Fisher, líder pentecostal e fanática, que organiza acampamentos de verão para este público no Norte da Dakota. O controverso acampamento foi fechado após o filme.



5. The Hunting Ground

Tema: Violência sexual nas universidades  Americanas


Relata a assustadora cultura do estupro nas universidades Americanas, mostrando casos de violência sexuais, estatísticas polêmicas em tradicionais universidades do país e os evidentes interesses econômicos e políticos de reitores e corpo docente em esconder a maioria dos casos. As tradicionais casas de festas e repúblicas que reforçam a cultura do estupro demonstram que a impunidade destrói vidas de várias jovens.




4. Going clear Scientology and the prison of belief

Tema: As verdades sobre a Cientologia, 
seus avanços, mentiras e abusos


A obscura Cientologia é explorada de forma cirúrgica com depoimentos de ex-integrantes da Igreja, entre eles o roteirista Paul Haggis. Figuras célebres como Tom Cruise e John Travolta, seguidores desta religião charlatã, também fazem parte desta jornada rumo às aprisionantes e ambiciosas doutrinas da igreja liderada pela podridão de David Miscavige.





3. Cartel Land

Tema: Tráfico de drogas e formação de cartéis no México


A forte tensão nas fronteiras de USA e México e a gênese dos cartéis são abordadas neste excelente documentário, indicado ao Oscar. 2016 O tráfico de drogas tornou-se um negócio lucrativo e perigoso não apenas para o México, mas também para a segurança Americana, criando chefes locais que abusam do poder e contam com suas influências no próprio governo Mexicano.  Assustadoramente, os cartéis transformam o país em uma terra sem lei e aumentam a intolerância étnica entre os dois países.





2. Uma verdade inconveniente

Tema: Aquecimento global


Apresentado por uma visão clara e bem explicada de Al Gore, ex-vice presidente Americano,  o documentário faz um estudo sobre o aquecimento global, sua relação com os riscos para a manutenção da natureza e sua biodiversidade, os impactos mais recentes da poluição e desaparecimento das geleiras etc. Um estudo aprofundado e provocativo que serve para advertir a humanidade de que o avanço do aquecimento global põe em risco nossa própria sobrevivência.






1. Winter on fire : Ukraine's fight for freedom

Tema: Luta pela democracia e integração europeia na Ucrânia



Indicado ao Oscar em 2016, este documentário é um dos mais bem dirigidos dentre os lançados nos últimos 3 anos. Aborda os conflitos na Ucrânia, ocorridos entre 2013 e 2014, em um movimento conhecido como Euromaidan.  O movimento era contra o governo imposto pelo presidente Viktor Yanukovych  que tem um estilo ditatorial e dificultava a integração da Ucrânia com a  Europa. Através de um movimento jovem e corajoso, as rebeliões duraram 93 dias de luta pela democracia.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière