quinta-feira, 19 de maio de 2016

Especial Cannes: 10 Dramas com crianças e adolescentes em foco

MaDame Listas
Especial Festival de Cannes
por Cristiane Costa




"Amar as pessoas não a salvam" (Mommy)



Abordar filmes que enfocam dramas intensos e contundentes com crianças e adolescentes  está entre um dos trabalhos que mais compensam na Arte cinematográfica. Trazem em si um olhar honesto sobre essas fases iniciais da formação de um ser humano, fases que nem sempre são fáceis de lidar. Os filmes permitem que tenhamos um olhar próximo e, também, distanciado para observar como se dá essas relações no seio familiar ou fora dele, em ambientes sociais que influenciam a psicologia e comportamento das crianças e jovens, como a escola e demais entornos que enfatizam diferentes realidades econômicas, sociais e étnicas. 

Pensando na importância desta complexa reflexão, o MaDame Lumière realizou uma seleção especial com 10 dramas imperdíveis que colocam o foco em diferentes histórias de crianças e jovens e foram destaques nas edições do Festival de Cannes.  Temas de inegável relevância como bullying, delinquência juvenil, transtornos afetivos, adoção, relacionamento com pais, entre outros, fazem parte do post. 

Não são apenas temáticas contemporâneas e universais da infância e da adolescência que são produtivamente reflexivas nestes dramas, mas é a experiência de pais, filhos, educadores, amigos etc que deixamos aqui para você pensar a respeito. 

Bons filmes e um abraço,

MaDame Lumière





10º Garotas (Bande de filles)
Dir: Céline Sciamma. Cannes 2014
Nomeado ao Palm Queer

"Um jornada autêntica à periferia Francesa  e o drama vivido por meninas negras em formação de suas identidades. Entre o sonho e o violento entorno, há uma ponta de esperança de dias melhores"





O garoto da biclicleta (Le gamin au vélo)
Dir: Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne. Cannes 2011
Vencedor Grande Prêmio do Júri
Nomeado à Palma de Ouro

"Sentimentos contraditórios podem surgir durante a projeção de "O garoto da bicicleta" e esta experiência cinematográfica é muito alinhada com a dolorosa e contundente realidade de crianças e jovens rejeitados. "





8º Precisamos falar sobre  Kevin 
(We need to talk about Kevin)
Dir: Lynne Ramsay. Cannes 2011
Nominado à Palma de Ouro


Um filme assustador sobre uma criança assustadora que se torna um jovem violento e perturbado e que leva à reflexão: Todas as mulheres nascem para ser mães? Todos os filhos nascem para ser filhos? Nem todos. Precisamos falar sobre isso."




7º Elefante (Elephant)
Dir: Gus Van Sant. Cannes 2003
Vencedor Melhor diretor 
Vencedor da Palma de Ouro


"Através de uma tragédia escolar, Elefante é um realista mergulho na análise do espaço e relações educacionais e seus  impactos no comportamento do adolescente."


6º De cabeça erguida (La tête haute)
Dir: Emmanuelle Bercot. Cannes 2015
Filme de Abertura do festival

"Bercot entrega uma direção segura, que ressalta o realismo de um drama sobre um deliquente juvenil em recuperação. Boa parte das cenas explora bem o aspecto físico da agressividade do jovem protagonista interpretado pelo talentoso  Rod Paradot."




5º Depois de Lúcia (Después de Lucía)
Dir: Michel Franco. Cannes 2012
Vencedor do Un Certain Regard


"Com uma direção minimalista, seca e precisa, Michel Franco mostra o tema bullying em uma história impactante que, dolorosamente, expõe a humilhação provocada por essa violência.




4º Entre os muros da escola (Entre les murs)
Dir: Laurent Cantet. Cannes 2008
Vencedor da Palma de Ouro

"Um belíssimo filme sobre o exercício transformador na educação e a diversidade étnica no espaço escolar." 




3º Quando meus pais não estão em casa (Ilo Ilo)
Dir: Anthony Chen. Cannes 2013
Vencedor da Câmera de Ouro


"Uma genuína, simples e linda história sobre a amizade além da instituição familiar e  em um contexto de decadência  da classe média asiática que, pode ser aplicada universalmente em outras realidades globais. Belíssima direção, digna da Câmera de D'Or de Cannes."




2º Mommy (Mommy)
Dir: Xavier Dolan. Cannes 2014
Vencedor do Prêmio do Júri
Nomeado à Palma de Ouro e Palm Queer

"Uma relação de uma mãe solteira com seu intenso e problemático filho demonstra que o amor está acima de qualquer desafio."



Pais e filhos (Like father, like son)
Dir: Hirokazu Koreeda. Cannes 2013
Nominado à Palma do Ouro
Vencedor do Prêmio do Júri 
Vencedor do Prêmio do Júri Ecumênico

"O delicado drama aborda a troca de bebês e a controversa decisão da troca das crianças biológicas, o que impacta a vida de duas famílias. "Pais e Filhos" é singular pois o diretor toca nas emoções sem dilacerar as feridas e aumentar os sangramentos."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière