domingo, 3 de janeiro de 2016

MaDame Retrospectiva: Top 10 melhores atores + 1 Revelação - 2015

MaDame Retrospectiva 
por Cristiane Costa


Não poderia faltar o momento de celebrar o trabalho dos estimados boys do Cinema, estes atores fascinantes que se empenharam em incríveis papéis e elevaram a densidade psicológica de seus personagens além das transcrições do roteiro.
Com uma lista eclética, a seleção priorizou o conjunto da atuação do ator e a função dramatúrgica do personagem, assim como as dificuldades e desafios na interpretação considerando as exigências da história.

Espero que curtam e prestigiem o trabalho destes maravilhosos atores!



10. Idris Elba
Beasts of no nation (Dir: Cary J. Fukunaga)

"No papel de um ditador  sanguinário, Elba desempenhou com eficiência um papel mais maduro  e difícil , com boa harmonia interpretativa para realçar as nuances insanas do personagem ."



9.  Michael Fassbender
Macbeth: ambição e guerra (Dir: Justin Kurzel)

" Fassbender conseguiu superar as dificuldades de um roteiro letárgico e encarnou a crueldade e insanidade do Rei Macbeth com intensa entrega aos efeitos destrutivos do personagem."



8. Oscar Isaac
O ano mais violento (Dir: J. C Chandor)

"Isaac continua demonstrando versatilidade. Neste papel, ele reúne elegância, autoconfiança e influência estratégica  na atuação de um imigrante empreendedor e ambicioso."



7. Tom Hanks
Ponte dos espiões (Dir: Steven Spielberg)

"Hanks e Spielberg em uma nova parceria é como ver Di Caprio e Scorsese  juntos, é sempre muito bom. Entrega uma atuação bem agradável, confirmando seu talento, carisma e humor."



6. Matt Damon
Perdido em Marte (Dir: Ridley Scott)

"Damon arrasou como uma astronauta perdido em Marte! É um ator muito experiente, seguro e carismático. Soube dosar o drama e a comédia, muito bem acompanhado por uma ótima direção e vários momentos bem humorados."



5. Eddie Redmayne
A Teoria de tudo ( Dir: James Marsh)

"O ganhador do Oscar 2015 como melhor ator principal não poderia ficar fora da seleção. O mérito é o mesmo : preparou-se para um personagem com uma doença grave e fez bonito, entregando uma performance  sensível."



4. Guillermo Francella
O clã ( Dir: Pablo Trapero)

"Um dos melhores atores do Cinema Argentino, Francella encarna um pai de família com comportamento ditatorial e que comete crimes hediondos como sequestro e mortes. O resultado é magnífico e assustador!"



3. J. K. Simmons
Whiplash - em busca da perfeição (Dir: Damien Chazelle)

"O ganhador do Oscar 2015 como melhor ator coadjuvante atuou como um carrasco professor de música e é um exemplo de personagem intransigente com uma forte carga de intensidade emotiva. Atuação tão insana! Inesquecível!"



2. Roman Duris
Uma Nova amiga (Dir: François Ozon)

"Duris é paixão Francesa, é Cinema Francês na veia, é um ator fora de série. Aqui ele poderia ganhar prêmios como homem ou como mulher pois é deslumbrante a cada cena, com total respeito ao personagem e à diversidade de gênero."



1. Haluk Bilginer
Winter Sleep (Dir: Nuri Bilge Ceylan)

"Bilginer encarna um homem atormentado e misterioso com maestria. É um ator único a cada tomada, de forte , séria e viril presença  e transmitiu todo o peso moral, a dureza de coração, a solidão e as aflições de seu personagem."



Menção Revelação

Rod Paradot
De cabeça erguida (Dir: Emmanuelle Bercot)



"O primeiro longa-metragem de Paradot começou bem: Direção de Bercot e no papel de um deliquente juvenil. Ele desenvolveu bem o arco dramático de seu personagem, trazendo rebeldia, rejeição, vulnerabilidade e esperança."




*Para a elaboração desta lista, foram considerados apenas filmes lançados no Brasil em 2015 e um top 10 geral, independente se o ator  desempenhou um papel principal ou coadjuvante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière