segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

MaDame Retrospectiva: Top 10 melhores atrizes + 1 Revelação - 2015

MaDame Retrospectiva 
por Cristiane Costa



Prestigiar o trabalho de excelentes atrizes é sempre um grande prazer para o MaDame Lumière. Muito mais do que o blog ter começado com uma perspectiva da crítica cineamatográfica e paixão cinéfila partindo, prioritariamente, de uma editora mulher, existe um incentivo natural do blog em valorizar o talento de variadas mulheres do Cinema e a função do feminino na Arte. 

Em 2015, elas falaram direto ao coração do público, seja como diretoras, seja como atrizes. Nesta seleção, personagens fortes brindaram plateias com dramáticas e belas facetas femininas: a mulher que ama, a mulher que trabalha, a mulher que está sozinha, a mulher que está doente, a mulher que luta, a mulher que perdoa e tantas outras mulheres que tornam o Cinema mais inesquecível. 
Que você também tenha sido (e seja tocado) por estas maravilhosas atuações.




10. Jessica Chastain
Miss Julie  (Dir: Liv Ullmann)


" Uma atuação intensa como mulheres intensas são. Chastain transitou perfeitamente bem em uma mise-en-scène claustrofóbica, extravasando sentimentos ambíguos, passionais e dilacerantes."




9.  Margita Gosheva
A lição (Dir: Kristina Grozeva e Petar Valchanov)

" Em uma impactante história sobre dilema moral, Gosheva realiza uma interpretação crível e realista , apresentando uma personagem que luta contra  o tempo e tem uma dramática escolha a ser feita."



8. Alice Vikander 
Ex machina: instinto artificial  (Dir:  Alex Garland)

"A bela Vikander encarna uma andróide sensível e inteligente com um toque de envolvente delicadeza. Caiu como uma luva no personagem demonstrando que, por trás de um robô, existe humanidade."



7. Kirin Kiki
Sabor da vida  (Dir: Naomi Kawase)

"Kiki é uma atriz experiente e merecedora de todo o respeito do público. Sua personagem está à margem da sociedade, mas é a expressão da vida  quando surge com seus delicados gestos, carisma e humor em memoráveis cenas."



6. Alina Rodriguez
Em uma escola de Havana  (Dir: Ernesto Daranas)

"Alina Rodriguez nos deixou em 2015, mas sua presença é constante após uma atuação humanista e incrivelmente honrosa por amor à Educação e aos alunos. Ela e sua personagem Carmela são eternas."



5. Nina Hoss
Phoenix ( Dir: Christian Petzold)

"Hoss é uma das melhores atrizes do cinema Europeu e do mundo e fica muito melhor trabalha com Petzold, que a tem como uma atriz fetiche. Sua personagem é tão enigmática, feminina e dramática como as de Fassbinder. Espetacular!"



4. Charlize Theron
Mad Max: Estrada da fúria  ( Dir: George Miller)

"Realmente testemunhamos: Mad Max : Estrada da fúria foi o filme de ação do ano. Nele só há uma rainha e seu nome é Furiosa! Theron conseguiu a proeza de elevar a qualidade das personagens femininas de ação. Sua Furiosa tem densidade dramática a cada olhar, a cada emoção, e ainda é boa de pisada no acelerador e porrada!"




3. Julianne Moore
Para sempre Alice (Dir: Richard Glatzer e Wash Westmoreland)

"A ganhadora do Oscar 2015 como melhor ator principal atuou como uma mulher que vai perdendo a memória e o controle físico acometida pelo mal de Alzheimer. Uma atuação sensível e respeitosa , única e realizada apenas por atrizes de seu calibre."




2. Marion Cotillard 
Dois dias, uma noite (Dir: Jean-Pierre e Luc Dardenne)

"Cotillard realizou uma atuação pesada e difícil: uma mulher que pode perder o emprego a qualquer momento e ainda tem que se humilhar aos colegas de trabalho. O resultado foi uma atuação realista e de forte impacto emocional."




1. Charlotte Rampling
45 anos  (Dir: Andrew Haigh)

"45 anos é  belíssimo! Charlotte Rampling é um patrimônio do Cinema britânico! Ela é a maravilhosa e uma titã em cena! Realiza uma atuação muito madura, com sutis nuances psicológicas de uma mulher casada há anos e que descobre um segredo sobre o marido. Mulheres que já passaram por isso  e  outras que sabem como as mulheres se sentem em determinadas situações do casamento ou de qualquer relacionamento amoroso, conseguirão entender porque esta atuação é magnífica e também merece o Oscar 2016."



Menção Revelação

Daisy Ridley
Star Wars: o despertar da força  (Dir: J. J Abrams)


"Ridley é uma mulher bela e carismática, tem o vigor da jovialidade e a câmera flerta com ela com muita facilidade. Em Star Wars VII, ela rouba a maioria das cenas e, embora tenha tido outros trabalhos prévios, é no blockbuster do ano que ela brilha como uma estrela ascendente."




*Para a elaboração desta lista, foram considerados apenas filmes lançados no Brasil em 2015 e um top 10 geral, independente se o ator  desempenhou um papel principal ou coadjuvante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière