domingo, 6 de fevereiro de 2011

MaDame Retrospectiva - Top 10 Melhores Filmes - 2010




10 - Abutres, Carancho
Direção de Pablo Trapero

"Ao usar o viés temático de uma corrupta máfia Argentina que se apodera das indenizações de acidentes de trânsito e incorporar ao roteiro uma história de amor, Abutres é mais um ótimo filme do país latinoamericano que sabe contar e entrelaçar histórias no Cinema sem esquivar-se de uma realista direção e uma identidade própria que abraça questões universais."



9 - O Profeta, The Prophet
Direção de Jacques Audiard

"Embora um longa-metragem que deveria ter uma projeção menos extensa, O Profeta é uma excelente obra cinematográfica em sintonia com os conflitos sócio-políticos encarados por imigrantes na França e em outros países europeus. Ao transformar o lugar de marginalidade do imigrante em lugar de respeitável liderança, ele projeta a profecia que está acima de diferenças étnico-religiosas."





8 - O Escritor Fantasma, The Ghost Writer
Direção de Roman Polanski

"Um thriller que ganha em harmonia e ritmo fílmicos, tensão psicológica e senso de humor ao ser muito bem conduzido com uma clara asssinatura de Polanski. Apesar de ter excelentes trilha sonora e elenco, O Escritor Fantasma é muito mais um primor técnico de quem sabe dar aula de Cinema na direção, o que engradece inteiramente sua qualidade cinematográfica. O filme é Roman Polanski , estiloso do começo ao fim, e com o deleite do suspense de referências Hitchcockianas."






7 - A Fita Branca, Das Weisse Band
Direção de Michael Haneke

"Esteticamente irretocável e claramente pertubador, A Fita Branca delega ao público a análise e reflexão da maldade do ser humano. Ao construir um cenário com elementos essenciais para uma educação do mal : crianças, rigor e crueldade, o filme enfoca a concepção e gestão do mal. O longa-metragem é uma contundente obra prima que cria uma atmosfera incômoda e, ao mesmo tempo, de atrativa beleza fotográfica. "





6 - Direito de Amar, A Single Man
Direção de Tom Ford

"Na ótima estreia do estilista e empresário Tom Ford na direção, Direito de Amar tem três qualidades principais que o colocam no hall da excelência cinematográfica: a magnífica entrega intepretativa de Colin Firth, o formidável senso estético do diretor e o poderoso argumento da solidão de um homem que perdeu o seu grande amor. O longa-metragem respira e transpira uma intensa solidão e não banaliza e nem vulgariza tal sentimento, pelo contrário, tem a marca da elegância Tom Fordiana até no mais inevitável sofrimento."






5 - A ilha do Medo, The Shutter Island
Direção de Martin Scorsese

"Um dos maiores medos é o da aceitação da própria loucura, e em Ilha do Medo o público é conduzido às doentes mentes humanas que habitam um manicômio em um roteiro que relata uma trama detetivesca e cria uma atmosfera de suspense. O filme se sustenta com o primoroso trabalho de câmera de Martin Scorsese que sabe usar outros elementos como a trilha sonora e a direção de arte para intensificar a labiríntica e tensa jornada à loucura."




4 - Amor sem escalas, Up in the Air
Direção de Jason Reitman

"Amor sem escalas foi brindado com ótimos roteiro, direção e elenco que são muito bem combinados e encaixados como um Cinema contemporâneo e de reflexões coletiva e pessoal, desta forma, o filme é fluído, direto ao ponto e muito eficaz. O argumento é muito interessante ao amarrar o contexto global de crises ecônomicas, o contexto corporativo das demissões e o contexto pessoal de um homem de negócios que vive para o próprio emprego, o resultado é uma viagem com destino ao ser humano e o que, afinal, ele tem feito da vida."





3 - A Rede Social, The Social Network
Direção de David Fincher

"A Rede Social é pura linguagem cinematográfica, a do competente David Fincher, que dirigiu coerentemente (e surpreendentemente) um longa-metragem com a velocidade da internet e suas redes sociais. Seu primor técnico é inegável. O olhar do cineasta é apurado e bem articulado mas, ao mesmo tempo,ele dá um ritmo impressionante à fita, um tom de liberdade como deve ser uma ferramenta de comunicação. No mais, o roteiro traz poderosas camadas de conflitos interpessoais na criação do Facebook."





2 - O Segredo dos seus olhos, El Secreto de sus ojos
Direção de Juan José Campanella

"O Cinema Argentino em melhor estilo se chama Juan José Campanella, em mais uma parceria com um dos seus atores favoritos, Ricardo Darín, em constante boa forma interpretativa, ele é patrimônio do Cinema LatinoAmericano.O Segredo dos seus olhos é um primoroso trabalho de coesão cinematográfica, não somente em elenco, direção, roteiro, trilha sonora e mas principalmente em dramas amorosos que esbarram em perdas e silêncios, através dos tempos e dos olhares. Definitivamente, é uma emocionante aula de Cinema, ou melhor, uma ode ao Cinema."





1 - A Origem, Inception
Direção de Christopher Nolan

"A Origem é mais que um filme. É uma idéia. É a inserção de uma nova possibilidade de viver o sonho do potencial da criatividade e emoção humanas no Cinema. É a visão de um cineasta que reúne virtudes como elegância, inteligência, inovação e profundidade psicológica para contar uma história diferenciada, capaz de causar ressonâncias psíquicas pós sessões. Inception é pura arte real e surreal, técnica e emotiva. Está no topo não só pelas suas virtudes técnicas e argumentativas, mas por um roteiro original, uma narrativa estruturada para dar sentido à uma idéia visionária e dramas pessoais desenvolvidos no campo dos sonhos. O sonho agora é uma realidade, ela se chama A Origem! "



Menções honrosas às animações Toy Story 3 e Como treinar o seu dragão e ao Orgulho do Cinema Nacional, Tropa de Elite 2
que não entraram neste top 10, mas certamente merecem estar entre os melhores filmes lançados no Brasil em 2010.

6 comentários:

  1. Excelentes escolhas! Concordamos no top 1. Realmente A ORIGEM é mais que um filme, é um espetáculo, é uma obra que mostra todo o potencial do Cinema, de todas formas que ele pode conquistar o espectador ("O sonho agora é uma realidade, ela se chama A Origem!" -- lindo!). A FITA BRANCA e ILHA DO MEDO também são outros dos mais formidáveis a constarem na lista.

    ResponderExcluir
  2. Madam gostou mesmo de "A origem", né? E não é pra menos, o filme é realmente incrível. Mas, ainda sim, o meu favorito continua sendo "Direito de Amar".

    Achei "O profeta" uma grata surpresa. Fico feliz que tenha um lugar ao pódio!

    Beijos, Madame :)

    ResponderExcluir
  3. Uau! Que lista fantástica. Nível de excelência aqui. Temos sete filmes em comum na lista do TOP 10 do ano. Mesmo os três que não entraram na minha lista (Direito de amar, O profeta e O segredo dos seus olhos) são grandes filmes merecedores dessa honraria. Parabéns pela lista equilibrada, serena e, ainda assim, vistosa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. seleção excelente, MaDame. Só filmes destacáveis, mas senti falta de "Toy Story 3" aí. Deve ter ficado na 11ª posição, né? =)

    Dois filmes argentinos e nenhum brasileiro, poxa? hahaha. São mesmo excelentes obras, sobretudo "O Segredo dos Seus Olhos", que tbm estará no meu top 10, que pretendo fechar no mês que vem =)


    Bjus.
    apareça!

    ResponderExcluir
  5. Só não assisti a dois filmes de sua lista. No resto, excelente seleção! :) Concordamos que "A Origem" é o filme mais brilhante de 2010.

    ResponderExcluir
  6. Bela lista.
    Parabéns pelo blog.

    www.ofalcaomaltes.blogspot.com

    ResponderExcluir

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière