segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

MaDame Retrospectiva - Top 5 Animações - 2010




5 - Meu Malvado Favorito, Despicable me

"Quem vê cara não vê coração, assim como quem vê um vilão não vê um superpaizão. Em uma adorável animação, vimos a metamorfose de um malvado em um homem do bem, com virtudes que conquistam sua família, a nova escolha de sua vida. Uma história de transformação, diversão e emoção certeiras."





4 - O Mágico, L'illusionniste

"Uma peculiar animação Francesa cujo valor está em um inteligente argumento que mescla o lúdico e o histórico para adentrar o melancólico de uma época de pós-guerra. A desilusão com os novos tempos toma o lugar da mágica ilusão."





3 - Mary & Max - uma amizade diferente, Mary and Max

" Uma animação adulta diferenciada, feita sob medida para dialogar profundamente sobre os dramas de uma forma objetiva, sensível e bem humorada. A amizade entre um senhor de meia idade e uma jovem acaba por testar os extremos da alegria e da tristeza em nossos sentimentos, além das neuroses desenvolvidas na solidão e melancolia das cidades."






2 - Como treinar seu dragão, How to train your dragon

"Uma superação da Dreamworks, não só em termos fílmicos, como também emotivos. O roteiro bem elaborado é envolvente e nos brinda com uma linda relação de amizade entre um dragão e um jovem viking que catalisa a mudança que queremos ver no mundo. Do começo ao fim, uma aventura tocante, que diverte, ensina e emociona pra valer."






1 - Toy Story 3, Toy Story 3

"Mais um primor Pixariano que está além dos brinquedos que têm vida. Toy Story 3 ganha vida na tela grande e no coração da gente. Mesmo sendo o adeus da franquia, essa belíssima e comovente animação tem um efeito intenso na emoção da família cinematográfica: o de selar a nossa atemporal relação com os brinquedos e, por fim, com Toy Story, hoje e sempre."

7 comentários:

  1. Olá, MaDame!

    não gostou de "Ponyo"? Senti falta do Miyazaki na sua lisa. "Toy Story 3" é imbatível, mas mostraria mais amor para "Mary & Max" hehe, filminho inesquecível, daqueles que quando acaba, a vontade que dá é rever.


    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. A não ser por MEU MALVADO FAVORITO, que detesto, e por O MÁGICO, que não vi, seus outros indicados são excelentes. Meu favorito, claro, é COMO TREINAR O SEU DRAGÃO, lindo e arrebatador.

    ResponderExcluir
  3. Madame...

    Como Toy Story não ganharia este top 5 néh??? Com certeza um dos melhores filmes do ano!!!

    To saindo 1 semana de férias, então tu não vai ter que se incomodar comigo!! rsrs

    Na volta, o blog vai ser reaberto!!! Graças a ti!!! Muito obrigado mesmo Madame!!!

    I Love You

    ResponderExcluir
  4. Minha categoria favorita e você caprichou! rsrsrs. Amei! rsrs.

    Beijos! ;)

    ResponderExcluir
  5. Não assisti a dois filmes da sua lista, mas confesso que esperava ver "Como Treinar Seu Dragão" no topo, depois de todos aqueles comentários entusiasmados no Twitter. :)

    ResponderExcluir
  6. Tem um selo para você lá no blog!

    Beijos! ;)

    ResponderExcluir
  7. Ainda não assisti a tão comentada animação "mary&max", que me parece ser bem interessante assim como todas as citadas. Porém, concordo contigo em questão do pódio, "Toy Story 3" é imbatível!!!!!

    Abs Madame [Sim, voltei! rsrs]

    ResponderExcluir

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière