segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Os Vencedores do Oscar 2015 : Birdman é o grande vitorioso da premiação


Alejandro G. Iñárritu  ganha como melhor diretor por "Birdman".
"Birdman" também recebeu com mérito, 
as estatuetas de melhor fotografia, roteiro original e filme.
 
 
 
 
Apesar de todos os atos falhos que costumam ter na premiação do Oscar, ela ainda é um belo momento de comemoração da Sétima Arte. Nem sempre o Oscar é uma caixinha de surpresas assim como também não premia somente com grandes injustiças, pelo menos, a cerimônia ocorrida neste domingo 22/2 foi uma das mais acertadas dentre as últimas, com vários prêmios merecidos e já previstos como os Óscares de Julianne Moore (melhor atriz em papel principal por "Para sempre Alice"), J.K. Simmons ( melhor ator coadjuvante por "Whiplash - em busca da perfeição") e Patricia Arquette (melhor atriz por "Boyhood - da infância à juventude").  Na categoria de melhor ator em papel principal, na competição mais acirrada com Michael Keaton ("Birdman"), Eddie Redmayne levou a estatueta como melhor ator por "A teoria de Tudo".
 
 
 

O reconhecimento merecido à Juliane Moore e Eddie Redmayne
excelentes atuações como personagens com doenças incapacitantes como Alzheimer e Esclerose Lateral Amiotrófica, respectivamente em "Para sempre Alice" e "A teoria de Tudo" 


"Birdman" (ou a inesperada virtude da ignorância) é o grande vitorioso da premiação, com prêmios muito merecidos de melhor filme, direção, roteiro original e fotografia. Como previsto pelo Madame, o longa do mexicano Iñárritu era competitivo em todas essas categorias e Boyhood poderia ser uma ameaça nas categorias de melhor filme e direção, porém permaneceu somente com o prêmio dado à Patricia Arquette. Dentre as estatuetas de "Birdman", destaque especial para o de direção de fotografia para "Chivo" Lubeski, um dos melhores DP do mundo, cuja visão narrativa, domínio técnico e qualidade de cinematografia foram as responsáveis por apoiar totalmente a direção de Iñárritu para o êxito de "Birdman". A direção vigorosa de Iñárritu era a mais qualitativa em todos os atributos técnicos e narrativos e, portanto,  a premiação foi excelente em reconhecer a sua excepcional performance nessa direção.
 
 
 
 
Lubezk (o Chivo), um dos melhores prêmios do Oscar. Excepcional!



O fantástico O Grande Hotel Budapeste se destacou nos prêmios que valorizam atributos artísticos e impecavelmente estilizados, típicos da direção de Wes Anderson como os de design de produção, maquiagem e figurino e levou todos esses prêmios relacionados à direção de Arte, cenografia , make-up e hairstyling, além de  melhor trilha original (score) composta por Alexandre Desplat. Em canção original, justiça foi feita à Selma e Common e John Legend levam as estatuetas pela comovente "Glory".
 
 
 
"Glory" do filme Selma , canção maravilhosa, apresentação maravilhosa
durante o Oscar 2015, digna de muitos aplausos.
 
 
O destaque especial da noite foi o incrível "Whiplash - em busca da perfeição", de Damien Chazelle. Mesmo sendo um longa independente e na contramão do tradicionalismo da Academia, ele ganhou prêmios  técnicos que merecia como edição (montagem) e  mixagem de som.  Por outro lado, a grande surpresa da noite foi o prêmio de melhor roteiro adaptado para "O jogo da imitação", do roteirista Graham Moore que desbancou o favorito "A Teoria de Tudo" e o excelente roteiro de "O Abutre".
 
Para fechar uma das estatuetas mais competitivas da noite, IDA, de  Pawel Pawlilkowski ganha como melhor filme estrangeiro na acirrada disputa com Leviatã, destacando a filmografia da Polônia para o mundo.
 
 
 
 
Pawel Pawlikowski, diretor de IDA... sublime orquestração de elementos técnicos e dramáticos
para compor uma história com primor narrativo.
 
 

 
 
Confira a lista final dos vencedores e não deixe de acessar os MaDameCast que analisaram e previam os principais prêmios do Oscar 2015.


Melhor filme :  "Birdman"
 

Melhor diretor:  Alejandro Gonzáles Iñárritu ("Birdman")

Melhor ator:  Eddie Redmayne ("A teoria de tudo")


Melhor ator coadjuvante:  JK Simmons ("Whiplash")

Melhor atriz :  Julianne Moore ("Para sempre Alice")
 

Melhor atriz coadjuvante:  Patricia Arquette ("Boyhood")

Melhor filme em língua estrangeira:  "Ida" (Polônia), de Pawel Pawlilkowski

Melhor documentário:   "CitizenFour"
 

Melhor documentário em curta-metragem:"Crisis Hotline: Veterans Press 1"

Melhor animação: "Operação Big Hero"

Melhor animação em curta-metragem:  "Feast"

Melhor curta-metragem em 'live-action':  "The phone call"


Melhor roteiro original:  Alejandro G. Iñárritu, Nicolás Giacobone, Alexander Dinelaris Jr. e Armando Bo ("Birdman")

Melhor roteiro adaptado:  Graham Moore ("O jogo da imitação")
 

Melhor fotografia:  Emmanuel Lubezki ("Birdman")

Melhor edição:  Tom Cross ("Whiplash")


Melhor design de produção:  "O grande hotel Budapeste"

Melhores efeitos visuais:  Paul Franklin, Andrew Lockley, Ian Hunter e Scott Fisher ("Interestelar")

Melhor figurino: Milena Canonero ("O grande hotel Budapeste")
 

Melhor maquiagem e cabelo:  Frances Hannon e Mark Coulier ("O grande hotel Budapeste")

Melhor trilha sonora:  Alexandre Desplat ("O grande hotel Budapeste")

Melhor canção:  "Glory", de John Stephens e Lonnie Lynn ("Selma")
 

Melhor edição de som: Alan Robert Murray e Bub Asman ("Sniper americano")
 

Melhor mixagem de som:  Craig Mann, Ben Wilkins e Thomas Curley ("Whiplash")

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) leitor(a)

Obrigada pelo seu interesse em comentar no MaDame Lumiére. Sua participação é muito importante para trocarmos percepções e informações sobre a fascinante Sétima Arte.
Madame Lumière é um blog democrático e sério, logo você é livre para elogiar ou criticar o filme assim como qualquer comentário dentro do assunto cinema. No entanto, serão rejeitadas mensagens que insultem, difamem ou desrespeitem a autora do blog assim como qualquer ataque pessoal ofensivo a leitores do blog e suas opiniões. Também não serão aceitos comentários com propósitos propagandistas, obscenos, persecutórios, racistas, etc.
Caso não concorde com a opinião cinéfila de alguém, saiba como respondê-la educadamente. Opiniões distintas são bem vindas e enriquecem a discussão.

Saudações cinéfilas,

MaDame Lumière