domingo, 17 de junho de 2012

Juntos somos Cinema!



Faz tempo que não escrevo sobre Cinema. Não foi só a correria com as responsabilidades que se tornam uma cruz diante do paraíso do Cinema, verdadeiramente, penso que eu precisava só sentir Cinema, sem escrever sobre ele.

Acho que qualquer cinéfilo que escreve sobre a Sétima Arte, em algum momento, precisa de uma intimidade só com ela, como uma viagem a dois, onde tudo pode acontecer, da paixão  de intensos prazeres  a longos silêncios, o amor também tira férias.


Não me entristeço  por estar distante de uma extensão do meu lar, da minha alma cinéfila: o Madame Lumière. Na verdade, MaDame sou eu e  o Cinema vive em mim onde quer que eu esteja, ele me completa como se o meu eu não fosse eu sem a Sétima Arte.

Senti falta de falar sobre o Cinema para você, meu querido leitor, porém sei que minhas palavras, diversas sobre variados filmes sobre os quais aqui escrevi, estão com você, penetraram parte de ti, seja para o bem ou para o mal, estabelecemos um diálogo que, para mim, sempre será eterno em uma crescente continuidade, ainda que eu aqui falte.

Essa é a nossa história, a vida em comum que construímos, a vida que se chama Cinefilia.


Madame, bem vinda ao lar,  leitores, bem vindos ao Madame Lumière.
Juntos somos Cinema!